Leia também...

Leia também...
Ler e Escrever Bem Com o Auxílio dos Recursos Tecnológicos

Leia também...

Leia também...
Os Embargos Econômicos

Leia também...

Leia também...
Novo

Leia também...

Leia também...
A Liberdade de opinião é um Direito, não uma Obrigação

Sobre

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Os Invicioneiros


Blog com conteúdo diversificado para os amantes da boa leitura.


A palavra “invicioneiro” não está no Houaiss, nem no Aurélio, nem no Aulete. É típica de nossa região e designa aquelas pessoas que têm muita “invicção” (palavra que não existe no Houaiss, mais que no Aulete é um substantivo feminino, típica de Trás-os-Montes, do latim “Invictus”, que significa “entusiasmo; paixão” ou ainda “Pertinácia”). A grafia mantém o “C” mudo, mesmo após a reforma ortográfica, porque lá nas terras lusitanas, na verdade, ele é pronunciado. Na nossa região, “invicção” é pronunciada como “invição” e refere-se à vontade de obter algo e, mais especificamente, no caso do futebol, a de tentar fazer um gol, mesmo que haja um companheiro mais bem posicionado para finalizar.


José Márcio

 

mural_pcg_170_avatar_jose


Mineiro de Paraopeba. Canceriano, engraçado, calmo, cruzeirense. Apaixonado por Música, Informática, Twitter, Blogs e Futebol! Saudosista dos anos 80.


Interesses

Em pessoas relevantes que possam transmitir e receber conteúdo.


Harley Coqueiro

 

Harley


Um cara da paz, iluminista, torcedor do Galo, evangélico, pai do Ulisses e do Dante. Já desenhei charges, escrevi poemas e compus canções gospel. Recentemente reconheci a paternidade de um terceiro filho: uma guitarra semi-acústica Washburn. Tenho como pecados gostar em excesso de rock'n'roll, filmes e comida!


Interesses

fazer amigos para a construção e manutenção de uma sociedade pluralista, fraterna, igualitária, livre e democrática (O Brasil apesar de tudo é a maior democracia do Mundo!). Já plantei um pé de coqueiro anão e tenho filhos. Agora só falta publicar um livro de contos de suspense que estou escrevendo.

 

The EDN

tv_edn1

 

Sou industriário, trabalho há 27 anos na Cedro (indústria têxtil centenária de Caetanópolis, MG) e atuo como professor há 24 anos em escolas particulares e públicas.

 

Interesses

Poesia e literatura em geral, música, religião e sobretudo a grande capacidade humana de sonhar e de realizar.

Feed
Gostou desse Artigo? Então deixe um comentário, assine nosso Feed ou receba os artigos por email