Leia também...

Leia também...
Manual prático para lidar com gente chata nas redes sociais

Leia também...

Leia também...
Filosofia Para as Massas

Leia também...

Leia também...
Invicioneiro

Leia também...

Leia também...
De criança para criança

Copa da Mundo: a mobilização e a alienação

quinta-feira, 17 de junho de 2010

 

O início da Copa do Mundo no Brasil é sempre marcada por grande expectativa, e não é por menos, somos considerados o país do futebol, e temos a única seleção pentacampeão mundial. O país para literalmente para ver a seleção canarinho desfilar seu elenco de craques nos gramados do mundo.

 

alienacao-futebol

 

 

Na blogosfera não é diferente, o assunto dominante não é outro senão a Copa do Mundo, ainda mais agora com a expansão das redes sociais,  o ludopédio barra qualquer tentativa de democratização de assuntos nas redes.

 

Uma discussão que tem permeado a blogosfera nesses dias é justamente a queda de público nos blogs, ocasionada por esse fenômeno tupiniquim. Tudo que surge, sem o apelo motivador atinente ao futebol, é rapidamente rechaçado. Em tom de brincadeira, sugeri que todos os blogueiros dessem férias forçadas aos blogs e só retornassem as atividades após a Copa do Mundo, pois, aparentemente, nada do que escrevermos será atraente para os leitores. Mas vou ousar e tentar abordar um assunto sugerido a mim pelo twitter.

 

Brinquei no twitter ontem, e disse que já era quarta-feira e ainda não tinha nada em mente para o post da quinta-feira que é meu dia oficial aqui neste espaço, por estarmos totalmente concentrados na Copa do Mundo. Recebi a seguinte indicação da @AdeAMatos: Que tal falar sobre a alienação que a Copa causa nas pessoas? Bingo!

 

Segundo o Houaiss alienação é: indiferença aos problemas políticos e sociais. Ainda segundo a Wikipédia, a alienação refere-se à diminuição da capacidade dos indivíduos em pensar em agir por si próprios.

 

Neste período de Copa é comum vermos ser relegados a segundo plano, todo assunto que não seja o futebol. No Brasil, a chamada pátria de chuteiras, tudo se modifica, as casas, os carros, as pessoas, tudo fica verde e amarelo, num patriotismo de fazer inveja aos que considero o povo mais patriota de todos, os norte-americanos. Meu sonho é, que um dia, nós brasileiros também possamos demonstrar essa capacidade de mobilização, para bradarmos contra as mazelas sociais e a eterna corrupção política, mas isso seria ufanismo.

 

O futebol é o ópio do povo e o narcotráfico da mídia. Millôr Fernandes

 

alienac3a7c3a3o

 

Pode se dizer que nesse período de Copa, todos os problemas dos brasileiros se acabam,  ninguém tem problemas com as ruas esburacadas, com a falta de saneamento básico, de acesso a saúde pública, nossos políticos corruptos viram santos, acho até que os bandidos viram mocinhos, numa metamorfose impressionante que nem Freud explica.

 

Antes que os tecnocratas de plantão, (ou seria os futebolistas de plantão?) me condenem a execução sumária por manifestar minha opinião sobre a alienação ocasionada pela Copa do Mundo. Informo que não tenho nada contra o maior patrimônio popular do povo brasileiro que é a seleção canarinho, também adoro futebol, mas tenho uma tristeza profunda em saber que nós brasileiros possuímos tamanho poder de mobilização em prol da seleção, e, infelizmente, ainda veremos triunfar nas próximas eleições, inúmeros fichas sujas, pra não dizer bandidos de colarinho branco.

 

Por que não demonstrar um pouco deste amor no momento da escolha de seus candidatos no período eleitoral? Estes são os jogadores que decidirão os rumos da nação durante os próximos quatro anos e suas decisões refletirão diretamente sobre nós e serão de grande importância. Acabada a euforia da Copa, o brasileiro tende a voltar para seu anonimato, esperando a próxima; essa condição é muito desoladora, pois a felicidade talvez venha de quatro em quatro anos, durante apenas um mês. (Inez Geralda da Silva)

  futebol-manipulação

 

A Copa do Mundo modifica tanto o cotidiano brasileiro, que na hora do jogo paramos tudo: comércio, indústria, bancos, engarrafamentos, os moribundos se levantam e torcem freneticamente. Como bem disse o poeta pop Cazuza: “Brasil, mostra sua cara!” Queremos ver triunfar a justiça e a igualdade social.

 

De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver  crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. ( Rui Barbosa)

 

Vibremos com nossa seleção canarinho, torçamos muito para que o Brasil seja hexacampeão, mas não nos esqueçamos que o maior prêmio para nós brasileiros, ainda falta muito para ser conquistado: uma sociedade mais justa, sem tantas desigualdades sociais, e, principalmente, sem corrupção. “Não se trata de sucumbir uma em detrimento de outra, porém, não esquecer que o amor pelo Brasil deve ser maior que pelo futebol.” (Inez Geralda da Silva)

 

Ser patriota, é muito mais do que vibrar pelo futebol, é bradar pelos injustiçados, é não aceitar passivamente os desmandos de políticos corruptos, é defender e praticar a cidadania, que deveria ser um direito inalienável de todo brasileiro.

 

Sobre o Autor:
José Márcio
José Márcio - Editor Chefe dos Invicioneiros, leitor voraz e aprendiz de escritor.Tem opinião e assume os riscos Saudosista dos anos 80. E palpiteiro inveterado. Me Circule no Google+.
Feed
Gostou desse Artigo? Então deixe um comentário, assine nosso Feed ou receba os artigos por email

12 comentários :

Postar um comentário

# Antes de comentar, leia o artigo;
# Os comentários deverão ter relação com o assunto;
# Pode criticar a vontade, inclusive o blogueiro;
# Comentários ofensivos ou pessoais serão sumariamente deletados;
# As opiniões nos comentários não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos seus autores;