Leia também...

Leia também...
Manual prático para lidar com gente chata nas redes sociais

Leia também...

Leia também...
Filosofia Para as Massas

Leia também...

Leia também...
Invicioneiro

Leia também...

Leia também...
De criança para criança

Responsabilidade sobre o RT do twitter

segunda-feira, 12 de julho de 2010

 

Já vimos em diversos metablogs e afins, como o Dicas Blogger, que o RT é uma forma de divulgar entre nossos seguidores o que vimos no twitter e que nos agradou. O RT, por si, já diz que vimos algo interessante e desejamos compartilhar com as demais pessoas que nos seguem.

 

Telefone Sem Fio

 

Ocorre que, já virou praxe no twitter dar RT em tweets que muitas vezes nem sequer nos demos o trabalho de ler. Uma prática arriscada, diga-se de passagem, pois corremos o risco de divulgar algo que de fato não concordamos ou que não é conveniente. Eu mesmo já passei por dissabores dessa natureza.

 

[…] apesar de muita gente repassar muitos links, poucos são aqueles que realmente acessam a mensagem, lêem e qualificam-na para sua rede social. E embora esse mecanismo fosse o grande filtro do Twitter, ele começa a perder espaço para outros valores. A impressão que tenho é que a informação vale menos do que o nome do ator que está sendo retwittado. Ou seja, é menos importante o que está sendo dito do que quem disse. [Social Media]

 

Quando damos RT em algo e não acrescentamos nossa opinião apensa, estamos endossando o que está escrito na sua integridade, ou seja, também temos responsabilidade sobre o conteúdo replicado.

 

Existem milhares de perfis twittando o mesmo link, mas o conteúdo do tweet que o acompanha faz toda a diferença. Isso porque na notícia quem fala é outra pessoa, e adicionar a sua idéia sobre o conteúdo da notícia traz diferencial e relevância ao tweet. Não que todas as pessoas estejam interessadas na sua opinião sobre algo… Mas afinal, elas te seguem, não é? Isso deve significar alguma coisa. [Pensecomavih]

 

Essa prática nonsense, muitas vezes ocorre pela pressa de sermos o 2º a divulgar uma notícia ou post, acabamos dando RT sem ler o conteúdo linkado. É necessário nos cercamos de cuidados, pois essa prática pode nos expor a situações constrangedoras que dificilmente poderão ser remediadas.

  

Não podemos olvidar que enquanto blogueiros e até mesmo twiteiros, temos que ter responsabilidade sobre nossos atos, pois muitos são formadores de opinião. Tudo que falamos, fazemos e replicamos, retrata nossa personalidade. Muitas vezes, somente com uma palavra pronunciada, deixamos a imagem de nosso caráter numa pessoa. A palavra tem poder! Pense nisso.

 

Um forma bem pitoresca para fixar mais facilmente na nossa mente a responsabilidade e fazendo um trocadilho infame na abreviatura: RT (Responsabilidade Técnica).

 

Por isso todo cuidado é pouco na hora de retwitar algo que aparece na sua timeline, principalmente links. Recomendo que não tenha pressa em repassar nada, leia o conteúdo na íntegra, se achar interessante então repasse, nesse caso será um risco calculado.

 

Sobre o Autor:
José Márcio

José Márcio - Editor Chefe dos Invicioneiros, leitor voraz e aprendiz de escritor bloguicista.Tem opinião e assume os riscos Saudosista dos anos 80. E palpiteiro inveterado. Me Siga no Twitter [@jmpsousa].

Feed
Gostou desse Artigo? Então deixe um comentário, assine nosso Feed ou receba os artigos por email

12 comentários :

Luan Felipe disse... Responder comentário

O RT sem ler também é muito comum entre as pessoas que se conhecem. Exatamente por se conhecerem e confiarem uma nas outras o ato de ver e ler o conteúdo é deixado para depois, um mero engano. Essas pessoas ignoram o fato que há a possibilidade de ocorrer um erro durante a concepção do tweet, onde o link direcionará para uma página nada haver com a proposta da mensagem. Dessa forma ambos os lados saem perdendo, principalmente aquele que tuitou sem ver. :)

Excelente post, como sempre. Tomei coragem para comentar e expor o pouquinho que tenho de opinião. Abraços.
@luanfr

12 de julho de 2010 16:27
Vivis disse... Responder comentário

Responsabilidade Social no Twitter também!
Tá certo!

12 de julho de 2010 16:44
uhugalera disse... Responder comentário

Hi, José Márcio...

Tá! Uma REGRA para o RT... Mas o lema, antes, não era: 'A regra agora no twitter é não ter regra'?

Mudou de opinião?

[]'s @inaciorolim

12 de julho de 2010 17:33
Rick disse... Responder comentário

Como sempre comento os retuites do @dicas_blogger, e este foi um deles. Gostei muito e penso exatamente assim.

E estou impressionado pela sua de escrever, onde conseguiu expor sua idéia, que me acrescentou, sem ser cansativo de ler.

Parabéns J.M

12 de julho de 2010 19:55
José Márcio disse... Responder comentário

#Luan Felipe, seu pensamento poderia facilmente ser incorporado ao texto: "Exatamente por se conhecerem e confiarem uma nas outras o ato de ver e ler o conteúdo é deixado para depois, um mero engano. Essas pessoas ignoram o fato que há a possibilidade de ocorrer um erro durante a concepção do tweet, onde o link direcionará para uma página nada haver com a proposta da mensagem." Matou a pau, o perigo reside exatamente aí.

#Vivis, penso que tem que hjaver responsabilidade em tudo que fazemos.

#Uhugalera, meu caro Inácio Rolim, sabe bem que não vejo mal nenhum em mudar de opinião, desde que seja para melhor. Mas não é o caso, isso não é uma regra é uma recomendaçao. Qual a diferença? Bem, a regra é uma norma, fórmula que indica o modo apropriado de falar, pensar, agir em determinados casos. A recomendação é aquilo que adverte; conselho, advertência, aviso. Percebeu a diferença?

#Rick, obrigado pelas palavras. Tento ser o mais claro possível nas minhas explanações, embora muitas vezes eu mesmo me ache prolixo. Estou tentando melhorar nesse aspecto. Valeu!

13 de julho de 2010 08:17
LEONARDO CHAVES disse... Responder comentário

Legal! Boa reflexão sobre este ato, tem gente até que, sem maldade,(ou não...aí não nos cabe julgar) justo pq não presta atenção, repassa links até de vírus,disfarçados em mensagens tipo "veja as fotos de fulano do BBB e tal" eu já vi isso uma vez. Tem uma coisa q eu percebo tb, é q algumas pessoas repassam tweets de campanhas filantrópicas, movimento social, etc...para parecerem "cool". Mas outra coisa tb que eu acho é q uma rede social é o que as pessoas fazem dela, não que eu esteja querendo justificar atos irresponsáveis, mas qse tudo q se faz nas ruas, tipo, jogar lixo pela janela do ônibus p/ explo, se reproduz na Net.O problema tb passa pela educação. Nós, blogueiros podemos tentar ajudar a conscientizar as pessoas a se educarem mais em comportamento online.

13 de julho de 2010 09:04
Vinicius disse... Responder comentário

rs eu recebi o link desse post via RT rs

3 de novembro de 2010 11:49
Hugo Meira disse... Responder comentário

Ha Ha Ha Ha Ha Os caras do twitter bombaram este artigo! ahhah

3 de novembro de 2010 11:58
Rondinelli Fortalesa disse... Responder comentário

O mais imbecil de RTs é quando alguém escreve algo como se vc for os X% de num sei o que dê RT, detesto esses pedintes de atenção. Percebo que a maioria das vezes que alguém re-compartilha algo que eu falei foi sem eu ter pedido e por ter sido algo realmente interessante. Claro que boa parte das pessoas que eu sigo fica dando RT até na mãe pra ver se quica.

10 de novembro de 2010 14:01
@doadordeorgaos disse... Responder comentário

Marcio.
Gostei muito deste artigo e do seu blog também.
Achei bastante oportuno e estou utilizando uma frase deste artigo para postar um tweet do @doadordeorgaos. Espero que não se importe.
Frase usada: Tudo que falamos, fazemos e replicamos, retrata nossa personalidade. Coloquei seu twitter como referência.

Abraços e muito sucesso

14 de dezembro de 2010 15:54
José Márcio disse... Responder comentário

#Leonardo Chaves, interessante sua argumentação, de fato tudo passa pela educação, ou falta dela.

#Vinicius, pra você que nem tudo que vem por RT é ruim, rsrsrs

#Hugo Meira, acho que foi o post que mais recebeu RT.

#Rondinelli Fortalesa, isso é verdadem, alguns usam o RT mais para aparecer do que pra divulgar algo interessante.

#@doadordeorgaõs, obrigado pelo elogio, quanto a frase e fiz a adaptação de uma frase parecida. Sem problemas pode usar.

15 de dezembro de 2010 10:47
Laura Freire disse... Responder comentário

Márcio,

Sem dúvida há responsabilidade por aquilo que tuitamos, retuitamos e o que deixamos de postar publicamente na internet.

Mas penso que nem sempre o RT corresponde a uma concordância com o conteúdo. Algumas vezes, o conteúdo é engraçado, pitoresco, inusitado e, por lhe ter feito rir ou ter chamado sua atenção, você repassa aos seus seguidores. Noutras vezes, você acha importante que a pessoa leia aquilo, até para que ela mesma forme a opinião dela a respeito.

Palavras têm grande poder, como você mesmo disse. Isso não pode ser ignorado. Por isso que eu tenho muitas reservas com generalizações.

Parabéns pelo post! :)

27 de abril de 2011 13:14

Postar um comentário

# Antes de comentar, leia o artigo;
# Os comentários deverão ter relação com o assunto;
# Pode criticar a vontade, inclusive o blogueiro;
# Comentários ofensivos ou pessoais serão sumariamente deletados;
# As opiniões nos comentários não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos seus autores;