Leia também...

Leia também...
Ler e Escrever Bem Com o Auxílio dos Recursos Tecnológicos

Leia também...

Leia também...
Os Embargos Econômicos

Leia também...

Leia também...
Novo

Leia também...

Leia também...
A Liberdade de opinião é um Direito, não uma Obrigação

10 coisas detestáveis e irritantes em blogs

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

 

Sou um leitor voraz de blogs, não tenho predileção por nenhum assunto específico, apenas não abro mão de verificar a qualidade da escrita do blogueiro. Um blogueiro que articula bem as palavras ganha logo minha admiração e respeito.

 

fotos_994_tombo feio

 

O vertiginoso crescimento da blogosfera permitiu o surgimento indiscriminado de blogs de toda sorte e natureza. Portanto é relativamente fácil encontrar conteúdos de qualidade, como também conteúdos pífios. Não me refiro, obviamente, à questão do nicho para respaldar minha opinião, como eu disse anteriormente, o que levo em consideração para definir minha opinião não é o assunto, mas a forma de abordagem.

 

Pensando nas inúmeras nuances que permeiam esse latifúndio midiático, achei por bem elaborar uma lista com questões que considero totalmente descabidas e inexplicáveis na composição de blogs, mas que muitos insistem em utilizar.

 

1. Layout que mais parece uma vitrine de shopping, de tão colorido e ornado. Em pleno século XXI, tem gente que ainda pensa que o que chama a atenção em um blog é o número de widgets;

 

2. Artigos repletos de erros gritantes de português. E olha que costuma não serem palavras tão fora do habitual, são essas comumente utilizadas;

 

3. Publicação de vídeos baixados do Youtube e/ou imagens,  sem qualquer referência ou complementação pessoal. Gente que pensa que aquele vídeo e/ou imagem engraçada ainda é novidade;

 

4. Posts mal formatados, sem a devida atenção à estética. Uma linha aqui outra ali e as dificuldades são enormes para entender onde começa e onde termina cada coisa;

 

5. Abordagem de assuntos sem conhecimento específico e sem citação de fontes ou artigos para respaldar a opinião emitida. Ok, entendo que a liberdade de expressão é uma das maiores conquistas pós ditadura. Mas custa dar uma pesquisada sobre o assunto a ser abordado para evitar opiniões totalmente esdrúxulas e sem nexo?;

 

6. Falta de amarração, coerência e coesão no texto. Neguinho começa o texto falando de um assunto, muda no meio e no fim nem ele mesmo sabe sobre o quê está escrevendo;

 

7. Falta de periodicidade nas publicações. O sujeito publica um post hoje e outro daqui a 2 meses;

 

8. Prioridade dos anúncios em detrimento ao conteúdo. O espaço destinado aos anúncios é enorme, já o texto fica achatado num canto qualquer;

 

9. Execução de música automática na abertura do blog. Sinceramente, essa é a coisa que mais me irrita quando acesso um blog, simplesmente detestável, nunca mais retorno;

 

10. Demora excessiva na aprovação dos comentários. Entendo que numa época em que a trollagem está cada dia mais ativa, a moderação de comentários tornou-se obrigatória. Mas levar dias ou até semanas para aprovar os comentários, torra a paciência de qualquer um.

 

Está aí minha listinha básica, obviamente que a grande maioria deve ter percebido que omiti os blogs parasitas. Foi puramente intencional, já que esses nem merecem citação pela insignificância.

 

Alguns defenderão a tese de que os blogs mais acessados são justamente aqueles que publicam os famosos vídeos divertidos, piadas toscas e imagens bizarras. Bem, isso é relativamente uma verdade, mas prefiro viver no ostracismo do que ser incluído no temido rol  de blogs desprezíveis. Se você não se importa com isso, vá em frente! Afinal, a suas ações é que determinam o foco e o tamanho de sua ambição.

 

Sobre o Autor:
José Márcio

José Márcio - Editor Chefe dos Invicioneiros, leitor voraz e aprendiz de escritor.Tem opinião e assume os riscos Saudosista dos anos 80. E palpiteiro inveterado. Me Siga no Twitter [@jmpsousa].

Feed
Gostou desse Artigo? Então deixe um comentário, assine nosso Feed ou receba os artigos por email

15 comentários :

Will disse... Responder comentário

Que post maravilhoso!
Sinceramente, estava com vontade de ler um artigo destes a tempos.
Gostei do post inteiro mas o que mais me chamou atenção foi o tópico 1 e o tópico 8.
Existem blog com vários widgets sobrecarregando a página de uma forma terrível.
Sobre o tópico 8, já ví blog com um anuncio 300x250px dentro do post e o artigo se escondia atrás do anúncio.
Ridículo.

Bom, não quero escrever o post novamente! ;)

Parabéns José!

9 de setembro de 2010 11:25
Fernando disse... Responder comentário

Como eu disse no twitter, me enquadro em várias questões. O importante é evoluir.

9 de setembro de 2010 15:31
Renato Brodzinski disse... Responder comentário

hehehe, muito bom!

Tem blog que realmente não dá pra entender... não dá a mínima vontade de ler alguma coisa. Outras coisas que irritam (óbvias, mas tem de monte):

- Combinação de cores de fundo e de letras que é impossível de ler (se conseguir ler 2 ou 3 postagens, provavelmente ficará cego antes dos 50 anos de idade, hehe).

- Página inicial potencialmente infinita! Quero dizer, a pessoa já publicou 30 posts e TODOS aparecem INTEIROS na página inicial, além das coisas inúteis na barra lateral que por vezes acompanham a "infinitude" das postagens.

O meu blog tem vários defeitos também, muitos que eu até tenho ciência (mas não sei como arrumar por não conhecer html) mas mesmo assim acho que não é insuportável de navegar, hehe.

10 de setembro de 2010 01:05
Júnior Gonçalves disse... Responder comentário

Acho que meu blog "peca" um pouco apenas no item 7, mas é aos poucos que estamos evoluindo.

Fugindo do assunto... Além das excelentes reflexões que os artigos invicioneiros trazem, uma outra coisa me agrada muito nesse blog, o vocabulário. Em cada post aprendo uma palavra nova que não descanso até descobrir o seu significado.

Abraços,

12 de setembro de 2010 22:12
cademinhalicenca disse... Responder comentário

Ótimo post,infelizmente hoje encontramos vários blogs com péssimos conteúdos e layouts tão coloridos que dão dor de cabeça ao olhar.

9 de outubro de 2010 14:35
Francisco Valdir disse... Responder comentário

Esse post é uma verdadeira bússula, para alguém como eu, que sendo blogueiro iniciante, precisa da orientação segura, nesse mar de possibilidades editoriais. Os extremos são perigosos, então, que saibamos como devemos estar no... e entorno do ponto de equilíbrio.
Valeu, José!

11 de dezembro de 2010 17:49
Laura Freire disse... Responder comentário

Ótimas dicas, Márcio! Ajudam muito os iniciantes - e os veteranos também...

Faltou citar - mas talvez esteja no âmago dos pontos abordados - aqueles blogs terríveis com fundo preto e cores gritantes nas letras...

14 de dezembro de 2010 15:13
José Márcio disse... Responder comentário

#Laura Freire, estamos tentando compartilhar o pouco do que aprendemos durante nossa jornada como blogueiro. Sobre a questão lembrada por você, acho que isso ficou ali na entrelinha do 1º tópico.

15 de dezembro de 2010 10:52
spectromgm disse... Responder comentário

Óótimo post! Agradeço à Nospheratt, a você e a mais alguns metabloggers por não me encaixar em nenhum dos 10 itens da lista - com exceção do 7. Ainda tento lutar para mudar isso.
Você não consegue imaginar o quanto me irrita aquela mensagem que aparece no IE: "O Site que você está acessando está tentando executar o seguinte complemento: Windows Media Player de Microsoft Corporation. Clique aqui etc..." acho que é mais ou menos assim. Simplesmente nunca mais volto em um blog desse tipo!
Na verdade, não volto a visitar nenhum blog que se encaixe nesses itens...

Ok, sei que posts eu devo escrever em meu próprio blog. Então, melhor eu parar por aqui! ;)
Milton G. Machado

17 de dezembro de 2010 13:28
j. noronha disse... Responder comentário

Uma clássica que me irrita é aquela de blog paraquedista, começar todo e qualquer texto com "muito tem se falado sobre...", encher de palavra chave, não acrescentar nada e deixar o leitor com cara de tacho ao chegar no final.

22 de fevereiro de 2011 10:40
José Márcio disse... Responder comentário

#Spectromgm, a Nospheratt é uma das minhas musas inspiradoras, e é também a mais citada por mim, diga-se de passagem. Você tocou num ponto importante, parece que algumas pessoas não têm senso de ridículo. Sobre o tamanho do comentário, fique a vontade, opiniões sensatas são sempre bem vindas.

#JNoronha, lamentável mestre, mas é bem comum nos depararmos com situações como esta narrada por você.

24 de fevereiro de 2011 10:58
Sybylla disse... Responder comentário

Blog com todas as características acima, especialmente erros de português e vídeos sem o menor propósito eu descarto e não volto mais. Se eles recebem tantas visitas assim, imagine o nível de cultura dessas criaturas.

26 de fevereiro de 2011 19:14
Rebeca disse... Responder comentário

eu escrevo tão errado quanto a Lois Lanne, tenho pena do meu blog =x, mas é algo que esrevo sem pretensão alguma, nunca quis ser levada a sério...

1 de março de 2011 17:37
José Márcio disse... Responder comentário

#Sybylla, também penso como você quando me deparo com esses absurdos, nunca mais volto. Sobre o nível de cultura, nem quero imaginar.

#Rebeca, pura modéstia sua, visitei um de seus blogs e gostei muito do que vi.

2 de março de 2011 10:44
Ojuara disse... Responder comentário

Concordo com você todos são graves incômodos!
Abraço do Ojuara, Fui!

7 de julho de 2011 15:53

Postar um comentário

# Antes de comentar, leia o artigo;
# Os comentários deverão ter relação com o assunto;
# Pode criticar a vontade, inclusive o blogueiro;
# Comentários ofensivos ou pessoais serão sumariamente deletados;
# As opiniões nos comentários não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos seus autores;