Leia também...

Leia também...
Manual prático para lidar com gente chata nas redes sociais

Leia também...

Leia também...
Filosofia Para as Massas

Leia também...

Leia também...
Invicioneiro

Leia também...

Leia também...
De criança para criança

E não é que a blogosfera perdeu a identidade!

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

 

O estereótipo moderno passou a exigir dos blogueiros um novo conceito, e estes, sem pestanejar ou argumentar, aceitaram prontamente o padrão: ninguém mais pode ter um blog sem se preocupar com o retorno financeiro que ele pode proporcionar. Isso agora é crime, quem não se enquadrar nesse conceito vai ser exterminado.

 

ponto-de-interrogação-thumb6092112

 

Parem a blogosfera! Quero descer. Estou sendo tomando pela neurose do retorno financeiro. Poxa! Mas isso nunca fez parte do meu cotidiano bloguístico, porque agora passou a ser obrigação? Uai, porque agora é cool ensinar a ganhar dinheiro e é ainda mais cool ganhar dinheiro com blogs. Ninguém, em sã consciência, pode manter um blog hoje sem se preocupar com o Adsense, aliás, quem não sabe o que é SEO, nem deveria ter blog.

 

Verdade seja dita, o SEO é o limite. Logo eu, que nunca me preocupei com isso. Sempre fui muito mais adepto do ser do que do ter, pelo menos no meu minifúndio bloguístico. Só vim a saber que SEO significa, Search Engine Optimization. (Em português ele é conhecido como Otimização de Sites, MOB e Otimização para Buscas) [Marketing de Busca], por causa da frequência extenuante com que o termo é usado.

 

Alguns provavelmente devem conhecer a história de  Henry Ford,  que foi um engenheiro estadunidense, fundador da Ford Motor Company e o primeiro empresário a aplicar a montagem em série de forma a produzir em massa automóveis em menos tempo e a um menor custo. Podemos destacar Henry Ford com um dos maiores empreendedores da história. Com toda sabedoria que lhe era peculiar ele afirmou certa vez: “Se o dinheiro for a sua esperança de independência, você jamais a terá. A única segurança verdadeira consiste numa reserva de sabedoria, de experiência e de competência.”

 

Afirmo, sem medo de errar, que tem muita gente por aí ficando neurótico com o tal Adsense. Alguns perderam completamente o foco, e a proposta inicial do blog foi sendo posta de lado em prol do tal lucro financeiro. E de nada adianta existirem por aí milhares de posts tentando elucidar que, ganhar dinheiro com blogs é privilégio de pouquíssimos, pois muitos preferem acreditar em sofismas.

 

A cronologia é sempre a mesma: criar um blog, anúncios adsense, visitas, cliques, dólares. Acho que ninguém mais se lembra dos primórdios da blogosfera onde o lucro era consequência de um bom trabalho. Hoje, qualquer blogueiro iniciante pensa primeiro nas forma de ganhar dinheiro, para depois pensar no conteúdo, quando pensa.

 

Blogar já não é mais um hobby, virou obrigação, e como tal precisa de profissionalismo, os bons tempos dos blogs de conteúdo já não alimentam mais o sonho de ninguém. A maioria não quer ser reconhecida pelo conteúdo atraente e com identidade própria, quer mesmo é ganhar dinheiro. Se for pra ser assim, torço pra que queime todos os motores de busca do Google.

 

Você só está blogando para ficar rico e acha que é rápido e fácil. Criou seu blog em 3 minutos, encheu de Adsense, e só está esperando que rios de dinheiro comecem a entrar na sua conta. Sabe que não é preciso muita coisa para ganhar dinheiro, basta colocar conteúdo copiado, encher de palavras chave e títulos cata-corno, e voilá! Podre de rico em 3 meses, sem fazer nada! [Nospheratt]

 

Confesso que estou saturado desse papo de Adsense. Quero de volta os blogs de conteúdo, não quero mais tirinhas, nem tampouco imagens e vídeos de gosto duvidoso. Quero ter a satisfação de me sentar em frente ao monitor e me deliciar com um texto bacana. Quero me perder nas entrelinhas dos blogueiros sarcásticos  e depois rir de mim mesmo por não ter assimilado o intento exordial.

 

Estamos todos assistindo, com total letargia, à ascensão do imediatismo  financeiro e a queda iminente do conteúdo, e isso não é um bom sinal. Daqui a pouco só nos restará lamentar o que não foi feito para impedir essa hecatombe se concretizasse.

 

Quero textos, quero conteúdo, quero pessoas escrevendo e sendo retribuídas com comentários pra lá de interessantes. Quero antes de tudo, uma blogosfera mais mais humana, mais saudável e menos mercenária. Como bem definiu o filósofo alemão Arthur Schopenhauer: “O dinheiro é uma felicidade humana abstrata; por isso aquele que já não é capaz de apreciar a verdadeira felicidade humana, dedica-se completamente a ele.”

 

Com alguns anos de blogagem chego a seguinte conclusão, ganhar dinheiro com blogs é tão fácil quando ficar rico trabalhando. Por isso, se você gosta de escrever, crie um blog para compartilhar com os outros sua sabedoria, nós, os leitores, agradecemos. Se por uma obra do destino você ficar rico com seu blog, nunca perca a identidade, pois é muito melhor ser reconhecido pelo seu brilhante trabalho, do que pela sua voraz avareza.

 

Por fim, esclareço que, não existe mal alguma em ganhar, ou querer ganhar dinheiro com blogs, contando que isso não seja o seu foco inicial. O retorno financeiro pode ser a consequência de um bom trabalho, nunca a meta inicial.

 

Recomendo que leiam:

#10 Razões Pelas Quais Você NUNCA Vai ser Um Blogueiro e/ou Problogger de Sucesso

 

Sobre o Autor:
José Márcio

José Márcio - Editor Chefe dos Invicioneiros, leitor voraz e aprendiz de escritor.Tem opinião e assume os riscos Saudosista dos anos 80. E palpiteiro inveterado. Me Siga no Twitter [@jmpsousa].

Feed
Gostou desse Artigo? Então deixe um comentário, assine nosso Feed ou receba os artigos por email

17 comentários :

Mr. Zahta disse... Responder comentário

Mantenho um blog desde 2008, e não que eu ache ele um exemplo, pelo contrário, ainda tenho muito o que aprender em termos de organização e geração de conteúdo.

Mas o que gostaria de ressaltar é que nunca senti a necessidade (ou desejo) de ganhar dinheiro com ele. Talvez por que também sou um dos defensores do conteúdo. Não sou contra quem usa anúncios, muito menos persigo quem o faz. Mas colocar o lucro como objetivo de se ter um blog realmente põe a perder tudo o que um blog bem feito pode proporcionar ao seu autor e leitores.

Felizmente, blogs assim não têm futuro. Ainda acredito que mesmo enchendo a página de anúncios, conteúdo superficial ou copiado, alguém ainda denunciará o tal blog por cópia ou simplesmente os visitantes não voltarão. Nesse ponto, prefiro ser otimista...

3 de fevereiro de 2011 14:59
@fbjr disse... Responder comentário

Amigo Zé Márcio, eu discordo de varais questões levantadas no post.

Eu realmente acho que não há tal obrigação (ganhar dinheiro com blogs). Sigo muita gente no twitter que têm blogs por paixão, e estão pouco se lixando para adsense. E ninguém nunca me fez pressão para ganhar dinheiro em tal ramo.

Uma coisa que a gente tem que perceber é que escrever sobre "como ganhar dinheiro com blogs" não é cool, mas... "dá dinheiro" (ao menos para os que escrevem de forma competente há algum tempo). Geralmente quem escreve sobre tal assunto já é macaco velho.

Vocês e a Nospheratt estão mais do que certos (como se fosse minha obrigação validar tais opiniões) no quesito "neguinho monta um blog, mete adsense, já quer ficar rico" (eu até era um desses imbecis, acho). A questão é que esse tipo de gente é descartável, e nunca se aplicou, da mesma forma que os plagiadores, na blogosfera.

Os blogs de conteúdo, aqueles que você disse que se foram, ainda estão aí. Vou lembrar os que acompanho desde sempre: O Contraditorium, o Blosque, este blog, Meiobit, Dicas Blogger, Byte que eu gosto, Pensar Enlouquece, Mundo Gump, Limão em limonada, Champ Vinyl, etc. Esse povo ainda está aí, produzindo conteúdo excelente, e a maior parte deles sem ganhar um centavo sequer, ou, se ganham, ganham pela competência.

Talvez a minha percepção seja essa porque os blogs que acompanho ainda estão funcionando como sempre. E sim, é duro ganhar dinheiro com blogs, tanto quanto ficar rico "trabalhando".

Só discordo com esse desespero todo.

3 de fevereiro de 2011 15:02
Teilor disse... Responder comentário

O pior mesmo são os que insistem em ensinar a blogar; como se fosse possível ensinar como obter sucesso com um blog.

Eu continuo seguindo minhas vontades, fazendo meus blogs do jeito que me agrada mais.

Eu acredito que a blogosfera não perdeu a identidade porque nunca chegou a ter uma, talvez o que tenha mudado seja o fato de que criar um blog se tornau uma atividade mais comum e popular.

3 de fevereiro de 2011 15:16
@fbjr disse... Responder comentário

P.S.: Eis um exemplo do verdadeiro mercenarismo -

http://g1.globo.com/carros/noticia/2011/02/seguradora-dos-eua-se-desculpa-por-associar-signo-risco-de-acidente.html

:)

3 de fevereiro de 2011 15:16
Renato Brodzinski disse... Responder comentário

De fato, temos que tomar cuidado para não perder o foco. Eu sei muito bem o que quero com meu blog, mas às vezes me pego pensando coisas que me "distraem". Não só com relação a ganhar dinheiro, que é uma coisa bastante atraente, mas também com uma preocupação descontrolada de "como ganhar mais visitas"... hehe

Obrigado por chamar a atenção, ler um texto desse ajuda a voltar à linha dos verdadeiros objetivos.

3 de fevereiro de 2011 15:16
José Márcio disse... Responder comentário

#Mr. Zahta, é bom ouvir que outras pessoas também relegam o o tal "lucro financeiro" ao 2º plano. Como eu disse isso pode ser a consequência de um bom trabalho, mas tem muita gente fissurada e se esquecendo desse detalhe.

#Fbjr,vamos por tópicos:

"escrever sobre "como ganhar dinheiro com blogs" não é cool, mas... "dá dinheiro" (ao menos para os que escrevem de forma competente há algum tempo). Geralmente quem escreve sobre tal assunto já é macaco velho."
Engano seu, por mais incrível que possa parecer, já vi muita gente iniciar um blog e ter como 1º post a arte de ganhar dinheiro com blogs.

"Os blogs de conteúdo, aqueles que você disse que se foram, ainda estão aí. Vou lembrar os que acompanho desde sempre: O Contraditorium, o Blosque, este blog, Meiobit, Dicas Blogger, Byte que eu gosto, Pensar Enlouquece, Mundo Gump, Limão em limonada, Champ Vinyl, etc."

Peraí, vamos nos situar. Eu não disse em momento algum que os blogs de contéudo acabaram, o que eu disse é que não está havendo renovação. Os tais blogs que você citou, são os mesmos da época que ingressei na blogosfera e de fato continuam tão bons ou melhores, mas cadê os novos?

3 de fevereiro de 2011 15:19
@fbjr disse... Responder comentário

@José Márcio

Essa gente que começa escrevendo "como ganhar dinheiro" cai na categoria descartável. Acredito que invariavelmente.

Alguns blogs razoavelmente novos que gosto: http://actionnerds.wordpress.com/
http://www.imprenca.com/
http://filosofianerd.blogspot.com/ (não é exatamente novo, mas enfim)

Esses são os que acompanho. Não é porque não aparecem blogs novos rodeandos quem a gente acompanha que não existam.

Sinceramente, acho que basta uma procura. Deve ter muito blogueiro novo perdido por aí.

3 de fevereiro de 2011 15:37
Francisco Valdir disse... Responder comentário

Olá, José!
Eu sempre digo que: quando você realiza algum negócio, tempo e dinheiro são necessários. Alguém tem que gastar o seu precioso tempo, para tocar o empreendimento e o dinheiro (energia acumulada, o combustível do negócio) tem que aparecer seja seu ou de algum patrocina dor, pois senão, não podemos nem decolar. Ah, eu posso ganhar algum dinheiro com o meu blog? Que bom, pois unirei o útil (transmissão do conhecimento) com o agradável tilintar das moedas do tio Patinhas. Mas, por enquanto, estou contigo e não abro!
Um abraço!!!!!

3 de fevereiro de 2011 15:55
Sybylla disse... Responder comentário

Realmente tenho visto coisas na blogosfera que me fazem pensar se ainda vale a pena ter o trabalho de manter um. E vale sim. Os tipos de blogs que surgiram, mostrando vídeos e etc apenas reforçam o movimento dos blogs conteúdo. Ainda há espaço para a inteligência.

3 de fevereiro de 2011 16:05
Leonardo Schabbach disse... Responder comentário

Hehe. Eu não uso adsense, até tenho um botão do submarino, mas realmente meu blog não é voltado pra isso mesmo não. Gostei da postagem, a blogosfera tá mudando mesmo. Cada vez menos conteúdo e objetivos nos blogs.

3 de fevereiro de 2011 16:13
Júnior Gonçalves disse... Responder comentário

José Márcio,
acredito que não há “renovação” de bons blogueiros como você citou por duas razões: Primeiro: a nova geração que adentra na blogosfera não teve uma criação como as gerações anteriores à nossa, salvo algumas exceções como nosso amigo Luan. Segundo: Muitas pessoas das gerações anteriores não se adaptam a essa nova maneira de interagir e fazer amigos na internet.

Refiro-me a criação a uma série de preceitos que, na minha opinião, as novas gerações estão perdendo. Como, por exemplo: respeito, ética e personalidade.

Ser um blogueiro ou mesmo um comentarista que escreve conteúdo interessante não é pra qualquer um, e acredito que a cada ano, por mais que aumente o número de internautas, surgirão menos pessoas que valha a pena ler. Ao passo que, como você mesmo disse, aumentará o número de mercenários.

Muito boa a reflexão, parabéns!

Abraços,
Júnior Gonçalves

3 de fevereiro de 2011 16:30
Evandro Cesar disse... Responder comentário

Tenho alguns blogs que consigo fazer algum dinheiro e escrevo neles com muita paixão, nem é só o ato de escrever mas poder ver e aprender como tudo funciona, a escolha certa de título, as partes chave do texto, a rapidez na publicação, assuntos "inéditos" e outras coisas que influenciam tomam todo meu dia de trabalho. Sou simplesmente fascinado por isso!

Concordo com você quando pergunta onde estãos os novos blogs de conteúdo, acho que entendi seu ponto de vista porque o que mais vejo hoje são novos blogs feitos especialmente pra ganhar dinheiro. Não sei se funciona... de qualquer forma tem que ser original e trabalhar MUITO.

De qualquer forma já cansei de ver nos tais blogs de conteúdo um belo de um jabá (nada contra, acho) e nem por isso eles perdem a qualidade.

3 de fevereiro de 2011 21:28
Richard disse... Responder comentário

Com relação ao que você escreveu não tenho nada a acrescentar, apenas dá meus parabéns por mais um post fantástico.

Mas discordo em alguns pontos citados nos comentários. Há sim uma renovação na blogosfera. Não quero ser pretensioso, mas faço parte dessa renovação, escrevo por prazer e meu primeiro blog foi criado em 2008. Pouco tempo!

Cito a Manu do Limão em Limonada, o Fernando do Fúria, o Caio Lausi do Armas de Fogo, o Teilor do Teilor's Blog, A Isolda Herculano, O Hugo Meira, Luan, entre outros...

Todos esses que eu citei, inclusive eu, não passam dos 30 anos de idade e começaram seus blogs no máximo em 2007/2008. Todos eles são realmente autores, são blogueiros que escrevem por prazer e porque sabem.

A velha guarda acima citada, incluindo você, o Professor Bauru e a Luma Rosa, são os mestres e nós, os meninos de menos de 30, somos a Geração Coca-Cola da blogosfera.

3 de fevereiro de 2011 21:30
Jairo Grossi disse... Responder comentário

Sem falar que algumas vezes, o produto anunciado no blog nem sempre corresponde àquele que o dono gostaria que fosse publicado. Senão veja:

Pulseiras Power Balance - SUPER PROMOÇÂO

3 de fevereiro de 2011 22:36
José Márcio disse... Responder comentário

#Francisco Valdir, é como eu disse, não vejo problema algum em querer ganhar dinheiro com o blog. O problema é que algumas pessoas pensam primeiro em ganhar e se esquecem do conteúdo.

#Sybylla, ainda não perdi a esperança, assim como você acho que ainda há espaço para a criatividade.

#Leonardo Schabbach, infelizmente é uma constatação, espero estar equivocado.

#Júnior Gonçalves,excelente argumentação, acho que você tem toda razão, no que tange a escassez de inovação.

#Evandro César, cada um possui um objetivo, alguns não se importam com o que está sendo produzido, contando que traga retorno.

#Richard, peço desculpas se passei a impressão de estar generalizando com relação ao surgimento de bons blogs. Na era essa a intenção, até porque as generalizações são sempre temerárias e muitas vezes injustas. Seria leviano da minha parte afirmar isso, já que você mesmo citou vários blogs novos e com bons conteúdos, a maioria deles eu já acompanho e curto muito. Não sou tão da antiga assim e também estou longe de estar na vanguarda, sou apenas mais um que escreve por gosto. Pra você ter uma ideia, o meu 1º blog surgiu em 2006 e posso afirmar que era um bela porcaria. Depois de algum tempo, acompanhando diversos blogs, consegui assimilar alguma coisa e finalmente produzir algo de acordo com meus propósitos. Sei que ainda tenho um longo caminho pela frente, pois assim como você, perto de alguns sou um neófito. Quando me refiro à pouca renovação, tenho por base a quantidade de lixo que é produzido em contrapartida ao número ínfimo de blogs com bons conteúdos.

#Jairo Grossi, quem trabalha com anúncios terceirizados corre mesmo esse risco, às vezes os anúncios nem sempre são aquilo que apresentam.

4 de fevereiro de 2011 09:05
José Márcio disse... Responder comentário

Opa! Sorry, acabei deixando de responder alguns comentários mas vamos lá:

#Teilor, você tocou num ponto importante: "O pior mesmo são os que insistem em ensinar a blogar; como se fosse possível ensinar como obter sucesso com um blog." Considero esses aí os piores, normalmente são iniciantes com pouco ou nenhum conhecimento para tal tarefa.

#Fbjr, se não tivesse visto, não acreditaria.

#Renato Brodzinski, que bom que o post serviu para ajudá-lo a manter o foco, é essa nossa intenção.

4 de fevereiro de 2011 09:16
Sybylla disse... Responder comentário

O problema é o excesso de cyberabobrinhas e a falta de cultura. É mais fácil copiar a url de um vídeo do que escrever um texto inédito e interessante...

6 de fevereiro de 2011 13:40

Postar um comentário

# Antes de comentar, leia o artigo;
# Os comentários deverão ter relação com o assunto;
# Pode criticar a vontade, inclusive o blogueiro;
# Comentários ofensivos ou pessoais serão sumariamente deletados;
# As opiniões nos comentários não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos seus autores;