Leia também...

Leia também...
Manual prático para lidar com gente chata nas redes sociais

Leia também...

Leia também...
Filosofia Para as Massas

Leia também...

Leia também...
Invicioneiro

Leia também...

Leia também...
De criança para criança

E não é que a blogosfera perdeu a identidade!

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

 

O estereótipo moderno passou a exigir dos blogueiros um novo conceito, e estes, sem pestanejar ou argumentar, aceitaram prontamente o padrão: ninguém mais pode ter um blog sem se preocupar com o retorno financeiro que ele pode proporcionar. Isso agora é crime, quem não se enquadrar nesse conceito vai ser exterminado.

 

ponto-de-interrogação-thumb6092112

 

Parem a blogosfera! Quero descer. Estou sendo tomando pela neurose do retorno financeiro. Poxa! Mas isso nunca fez parte do meu cotidiano bloguístico, porque agora passou a ser obrigação? Uai, porque agora é cool ensinar a ganhar dinheiro e é ainda mais cool ganhar dinheiro com blogs. Ninguém, em sã consciência, pode manter um blog hoje sem se preocupar com o Adsense, aliás, quem não sabe o que é SEO, nem deveria ter blog.

 

Verdade seja dita, o SEO é o limite. Logo eu, que nunca me preocupei com isso. Sempre fui muito mais adepto do ser do que do ter, pelo menos no meu minifúndio bloguístico. Só vim a saber que SEO significa, Search Engine Optimization. (Em português ele é conhecido como Otimização de Sites, MOB e Otimização para Buscas) [Marketing de Busca], por causa da frequência extenuante com que o termo é usado.

 

Alguns provavelmente devem conhecer a história de  Henry Ford,  que foi um engenheiro estadunidense, fundador da Ford Motor Company e o primeiro empresário a aplicar a montagem em série de forma a produzir em massa automóveis em menos tempo e a um menor custo. Podemos destacar Henry Ford com um dos maiores empreendedores da história. Com toda sabedoria que lhe era peculiar ele afirmou certa vez: “Se o dinheiro for a sua esperança de independência, você jamais a terá. A única segurança verdadeira consiste numa reserva de sabedoria, de experiência e de competência.”

 

Afirmo, sem medo de errar, que tem muita gente por aí ficando neurótico com o tal Adsense. Alguns perderam completamente o foco, e a proposta inicial do blog foi sendo posta de lado em prol do tal lucro financeiro. E de nada adianta existirem por aí milhares de posts tentando elucidar que, ganhar dinheiro com blogs é privilégio de pouquíssimos, pois muitos preferem acreditar em sofismas.

 

A cronologia é sempre a mesma: criar um blog, anúncios adsense, visitas, cliques, dólares. Acho que ninguém mais se lembra dos primórdios da blogosfera onde o lucro era consequência de um bom trabalho. Hoje, qualquer blogueiro iniciante pensa primeiro nas forma de ganhar dinheiro, para depois pensar no conteúdo, quando pensa.

 

Blogar já não é mais um hobby, virou obrigação, e como tal precisa de profissionalismo, os bons tempos dos blogs de conteúdo já não alimentam mais o sonho de ninguém. A maioria não quer ser reconhecida pelo conteúdo atraente e com identidade própria, quer mesmo é ganhar dinheiro. Se for pra ser assim, torço pra que queime todos os motores de busca do Google.

 

Você só está blogando para ficar rico e acha que é rápido e fácil. Criou seu blog em 3 minutos, encheu de Adsense, e só está esperando que rios de dinheiro comecem a entrar na sua conta. Sabe que não é preciso muita coisa para ganhar dinheiro, basta colocar conteúdo copiado, encher de palavras chave e títulos cata-corno, e voilá! Podre de rico em 3 meses, sem fazer nada! [Nospheratt]

 

Confesso que estou saturado desse papo de Adsense. Quero de volta os blogs de conteúdo, não quero mais tirinhas, nem tampouco imagens e vídeos de gosto duvidoso. Quero ter a satisfação de me sentar em frente ao monitor e me deliciar com um texto bacana. Quero me perder nas entrelinhas dos blogueiros sarcásticos  e depois rir de mim mesmo por não ter assimilado o intento exordial.

 

Estamos todos assistindo, com total letargia, à ascensão do imediatismo  financeiro e a queda iminente do conteúdo, e isso não é um bom sinal. Daqui a pouco só nos restará lamentar o que não foi feito para impedir essa hecatombe se concretizasse.

 

Quero textos, quero conteúdo, quero pessoas escrevendo e sendo retribuídas com comentários pra lá de interessantes. Quero antes de tudo, uma blogosfera mais mais humana, mais saudável e menos mercenária. Como bem definiu o filósofo alemão Arthur Schopenhauer: “O dinheiro é uma felicidade humana abstrata; por isso aquele que já não é capaz de apreciar a verdadeira felicidade humana, dedica-se completamente a ele.”

 

Com alguns anos de blogagem chego a seguinte conclusão, ganhar dinheiro com blogs é tão fácil quando ficar rico trabalhando. Por isso, se você gosta de escrever, crie um blog para compartilhar com os outros sua sabedoria, nós, os leitores, agradecemos. Se por uma obra do destino você ficar rico com seu blog, nunca perca a identidade, pois é muito melhor ser reconhecido pelo seu brilhante trabalho, do que pela sua voraz avareza.

 

Por fim, esclareço que, não existe mal alguma em ganhar, ou querer ganhar dinheiro com blogs, contando que isso não seja o seu foco inicial. O retorno financeiro pode ser a consequência de um bom trabalho, nunca a meta inicial.

 

Recomendo que leiam:

#10 Razões Pelas Quais Você NUNCA Vai ser Um Blogueiro e/ou Problogger de Sucesso

 

Sobre o Autor:
José Márcio

José Márcio - Editor Chefe dos Invicioneiros, leitor voraz e aprendiz de escritor.Tem opinião e assume os riscos Saudosista dos anos 80. E palpiteiro inveterado. Me Siga no Twitter [@jmpsousa].

Feed
Gostou desse Artigo? Então deixe um comentário, assine nosso Feed ou receba os artigos por email

17 comentários :

Postar um comentário

# Antes de comentar, leia o artigo;
# Os comentários deverão ter relação com o assunto;
# Pode criticar a vontade, inclusive o blogueiro;
# Comentários ofensivos ou pessoais serão sumariamente deletados;
# As opiniões nos comentários não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos seus autores;