Leia também...

Leia também...
Homo Sapiens x Homo Cyber

Leia também...

Leia também...
O Humor nos Tempos do Cólera

Leia também...

Leia também...
Os 10 Mandamentos da Vida Virtual

Leia também...

Leia também...
Santos Reis

Um Novo Tempo, Com o Marvin Jones

segunda-feira, 9 de maio de 2011

 

 

A música gospel evoluiu bastante, dos primórdios do protestantismo inglês e americano, quando os primeiros cristãos da América entoavam os hinos tradicionais, até chegar nos tempos atuais, com louvores contendo a vivacidade do reggae; a verve do hip-hop e  a energia do rock’n’roll, dentre outros ritmos modernos.

 

DSC01646

 

E a banda gospel paraopebense Marvin Jones, finalmente lançou o seu tão aguardado CD de estreia. Liderada por Samuel “Samuca” (voz e violão), a banda é composta ainda por Marcelo “Joe” (guitarra), Alom “Fly” (baixo) e Pablo “Dim” (bateria), todos membros da Comunidade Evangélica Aba-Pai de Paraopeba/MG.

 

Com todas as composições assinadas por “Samuca”, o Marvin Jones lança um disco com 14 canções bem ecléticas, dirigidas à moçada, com a proposta de evangelização e louvor ao Todo-Poderoso, misturando um caldeirão rítmico transbordante de bênçãos e de muito reggae, ska, hip-hop, pop-rock, funk, country, etc, que certamente agradará aos evangélicos e não-evangélicos, que gostam de uma boa música pop.

 

A banda se rotula “dread rock”, estilo que mistura o reggae, ska e rock. Mas numa primeira audição, perceber-se-á que a banda não se limita a este rótulo: tem bem mais lenha para queimar…

 

DSC01637

 

Vamos às faixas do CD:

 

1 – Todas as zoras

Um reggae de responsa para começar bem o CD, com uma envolvente cozinha de baixo e bateria; uma guitarra em descompasso feroz; um vocal que lembra o Chorão do CBJr e um refrão que gruda no ouvido.

 

2 – Barquinho

Esta já é um hit. Um reggae para quem vive com fé, para enfrentar as tormentas desta vida. “Com Jesus no meu barco/tudo bem/tudo bem!/Com Jesus no meu barco/Não tem pra ninguém!”

 

 

3 – Eu sou uma bênção

Outro hit. Destaque para a bateria, que faz uma transposição legal do ska com a pauleira do hardcore. “Muito abençoado eu serei!”

 

 

4 – Novo Tempo

Um hardcore melódico com um belo duelo de guitarras com overdrive. É uma canção autoral que dá nome ao CD. Esta música tem um significado muito grande, principalmente para o “Samuca” e para o “Dim, que superaram a desilusão da dependência química e vivem um novo tempo, com redenção, para louvor e adoração ao Rei da Glória. O refrão é muito bacana e fácil de cantar: “Desiludido em mim/Quero viver pra Ti/Por onde eu andar/Contigo quero estar!”

 

5 – Pôr do sol

Mais um hit com um belo riff introdutório de guitarra. Um reggae surfista, para agradecimento a Deus, na beira do mar, com a pessoa amada, vislumbrando o pôr do sol…

 

 

6 – Só pertence a Ti

Neste louvor, há as participações especiais das cantoras Brenda e Amanda.

 

7 – Pra aqueles que o amam

O Marvin também sabe levar o ouvinte para viajar num rock progressivo!

 

8 – Amor

Um funk para pôr a congregação para dançar na presença do Senhor. Cozinha de baixo + bateria e groove de guitarra, pulsantes. Não dá para ficar parado. Só ouvindo para crer!

 

9 – Brilha em minha vida

O cantor Eli Soares fez uma participação especial nesta música. Um reggae praieiro e maneiro com uma pitada de soul music. “De noite o Teu sol/brilha em minha vida!”

 

10 – Sonhos

Um hip-hop com temática gospel.

 

11 – Liberdade

Outro reggae, mas desta vez com uma letra de protesto social, evocando a liberdade de expressão e de pensamento.

 

12 – Estrada

Um belo country e folk,  para provar que os jovens músicos do Marvin, conseguem se sobressair em todos os ritmos e estilos musicais. Bom para ouvir no som do carro, dirigindo  pelas BRs da vida…

 

13 – Vitória

Uma mistura de maracatu, calango e rock. “E Jesus vai te dar vitória!”

 

14 – Te chama

E finalmente, um reggae bem light para encerrar o disco com chave de ouro. “Samuca” agradece a Deus pela bênção mais importante: estar vivo para poder louvar!

 

 

Um CD independente bem produzido. Gravado e masterizado no Estúdio Melodia Livre de Sete Lagoas/MG, pelo produtor Toninho, que realizou um trabalho notável, digno de nota, ao respeitar a intuição e a identidade da banda, extraindo o seu melhor.

 

Pelo conjunto da obra, o bom resultado comprova o potencial dos rapazes do Marvin, que não perderam tempo com virtuosismos exibicionistas (não se ouve solinhos de guitarra!), o que demonstra um certo amadurecimento musical da banda e nos deixa ansiosos pelo seu 2º disco.

 

Com a agenda lotando para shows, o Marvin Jones tocará na VIª Festa Nacional do Quiabo de Paraopeba, no dia 27 de maio e no Festival Clara Nunes de Caetanópolis/MG, em agosto.

 

CDs e Contatos: (31) 9881 3421 e (31) 9767 2451

E-mail: imprensa@marvinjones.com.br

Site: www.marvinjones.com.br

 

Sobre o Autor:
Harley Coqueiro

Harley Coqueiro - um cara da paz, iluminista, evangélico não fundamentalista, pai do Ulisses e do Dante. Já desenhou charges, escreveu poemas e compôs canções gospel. Tem como pecados, gostar em excesso de rock'n'roll, filmes e comida!

Feed
Gostou desse Artigo? Então deixe um comentário, assine nosso Feed ou receba os artigos por email

2 comentários :

Postar um comentário

# Antes de comentar, leia o artigo;
# Os comentários deverão ter relação com o assunto;
# Pode criticar a vontade, inclusive o blogueiro;
# Comentários ofensivos ou pessoais serão sumariamente deletados;
# As opiniões nos comentários não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos seus autores;