Leia também...

Leia também...
Homo Sapiens x Homo Cyber

Leia também...

Leia também...
O Humor nos Tempos do Cólera

Leia também...

Leia também...
Os 10 Mandamentos da Vida Virtual

Leia também...

Leia também...
Santos Reis

Três Coisas Invendáveis: a Alma, a Honra e o Voto

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

 

Prosseguindo com o meu hercúleo e mesopotâmico combate à compra de votos, cheguei à conclusão de que existem três coisas que jamais poderiam ser vendidas: a ALMA, a HONRA e o VOTO.

 

venda_alma_devil

 

 

De tanto matutar sobre o tema, cheguei a algumas conclusões arrepiantes. O indivíduo que vende a sua ALMA, fará o seu acerto pessoalmente com o Cramulhão. O outro (ou outra) que vende a sua HONRA (nisto eu incluo o corpo), também arca individualmente pelos seus atos. Constata-se o seguinte: nas duas primeiras “modalidades de venda”, o indivíduo venal arca sozinho com as consequências de seus atos, enquanto que na “modalidade venda de VOTO”, toda uma coletividade paga o preço!

 

Em verdade, em verdade vos digo: das três “negociatas” [vendas de ALMA, da HONRA ou do VOTO], a pior é a venda do VOTO, pelos seus efeitos nefastos e dantescos que vão muito além da pessoa do indivíduo, afetando toda a coletividade ao seu redor, pondo em risco, inclusive, a vida e o futuro de sua família e de seus filhos. Por outro lado, o político que compra votos não é suficientemente digno, competente e honesto para representar o seu povo!

 

Nesta reta final, reconheço que esta minha obsessão está beirando à paranoia, mas insisto que a manutenção do voto livre tem de prevalecer numa Sociedade tida como Livre e Democrática.

 

Embora desagrade a alguns, não me arrependo de combater o bom combate!

 

 

(Bonus Track):

 

venda_alma_nani

 

Sobre o Autor:
Harley Coqueiro

Harley Coqueiro - Advogado e Jornalista. Chargista e Cronista da Folha de Paraopeba. Fã de Beatles, de thrillers policiais e da boa comida mineira.

Feed
Gostou desse Artigo? Então deixe um comentário, assine nosso Feed ou receba os artigos por email

11 comentários :

Postar um comentário

# Antes de comentar, leia o artigo;
# Os comentários deverão ter relação com o assunto;
# Pode criticar a vontade, inclusive o blogueiro;
# Comentários ofensivos ou pessoais serão sumariamente deletados;
# As opiniões nos comentários não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos seus autores;